Nesta sexta feira (23) a Fundação Estatal Saúde da Família iniciou as atividades da Diretoria de Ciência, Tecnologia e Inovação  – FESFtech,  no Parque Tecnológico da Bahia, em Salvador com apresentações em torno  do temática: Saúde 4.0 Desafios para a Inovação.

n

Visando atender a constante demanda sobre temas que dizem respeito à inovação e incorporação de tecnologias na área da saúde, a FEF-SUS, iniciou as atividades da FESFtech, um hub de saúde, que pretende viabilizar um ecossistema favorável ao desenvolvimento de projetos tecnológicos e de inovação em saúde na Bahia.

n

O evento iniciou com a apresentação da nova Diretoria por Alisson Souza, gestor da pasta, que trouxe dados sobre o mercado tecnológico da saúde, e as principais áreas de atuação das startups.  “As healthtechs tem um mercado promissor na Bahia e no Brasil, 74{18164dddd7f14d3f19d670738dc52dd1205795808e153416b8b7286470f25681} das pessoas preferem marcar consulta online, e 30{18164dddd7f14d3f19d670738dc52dd1205795808e153416b8b7286470f25681} se consultariam por telemedicina”. O diretor destacou ainda que o mercado saúde representa 7{18164dddd7f14d3f19d670738dc52dd1205795808e153416b8b7286470f25681} do PIB nacional e representa um investimento de 300 bilhões/ano, vale ressaltar que só há 263 startups ativas no Brasil.

n

A sequência das apresentações ocorreu de forma dinâmica, sempre com a presença de um mediador. O ex-ministro da saúde, Dr José Gomes Temporão, apresentou um levantamento histórico do setor saúde no mundo, fazendo uma projeção para a saúde do futuro.

n

 “A medicina do futuro aponta um cenário fascinante com biodrogas, robótica, nano dispositivos, vacinas terapêuticas e tratamentos mais individualizados”, destacou. Porém, segundo Temporão, a realidade é bem mais dramática. “As poucas novidades lançadas no mercado são protegidas por patentes e alcançam um custo insuportável para os sistemas de saúde do mundo”. 

n

O ex-ministro propôs a realização de uma agenda de inovações para o SUS, implicando em mudanças coordenadas e concomitantes nos quatro componentes do sistema: modelos de gestão, atenção à saúde, financiamento e desenvolvimento tecnológico. A apresentação teve como mediador o Diretor de Atenção Básica da Secretaria de Saúde do Estado, Cristiano Soster.

n

Foram entregues também homenagens à equipe administrativa do Parque Tecnológico da Bahia e a Ayla Garrido, arquiteta responsável pelo projeto e acompanhamento da reforma da sede da FESFtech.

n

A Consultora Sênior em Gestão da Inovação, Ana Pires, destacou os componentes da inovação: conhecimento, motivação, estratégia, criatividade, diversidade e recursos. Ana Pires afirmou que o desafio para a FESFtech é realizar eventos, promover maratonas de desenvolvimento, sprints e hackathons. Atuou como mediador, o Procurador do Estado da Bahia, Ailton Cardoso.

n

O evento contou ainda com a presença do Secretário de Ciência e Tecnologia do Estado da Bahia, Rodrigo Hita, a Presidente do Coren – BA, Maria Inês Farias, o dirigente da Secretaria Municipal de Saúde, Ivan Sampaio, a Gerente de Projetos da Prodeb, Patricia Cabral, e o Ex-secretário Estadual de Saúde e atual diretor do Hospital Aristides Maltez, Washington Couto, além de pesquisadores e trabalhadores da saúde.

n

A última apresentação foi realizada pelo Coordenador de Pesquisas do Instituto Internacional de Neurociência Edmond e Lily Safra, Professor Edgard Morya, com a palestra Avanços e desafios das tecnologias utilizadas na saúde, com a mediação do também professor  Handerson Leite do Instituto Federal da Bahia (IFBA).

n

Ao final do evento, foi assinado o Termo de Cooperação Técnica entre a FESF-SUS e o Instituto Santos Dumont, pelos Diretores Carlos Alberto Trindade e Reginaldo Freitas Junior, respectivamente.  

n

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>