Lançado em 23 de janeiro, o mais novo escritório da Fundação Estatal Saúde da Família inicia suas atividades com o conceito de agregar valo e transformar processos. O Evento de lançamento aconteceu no auditório do Parque Tecnológico da Bahia.

n

O diretor geral da FESF-SUS, Carlos Trindade, fez a fala inicial mediante um participativo público, composto por dezenas de profissionais da Instituição e convidados, quando enalteceu a entrega de mais um promissor produto: “após bastante dedicação e tempo de trabalho dos nossos profissionais, o ePRO começa oficialmente suas atividades com nossa expectativa de que se concretize como uma ferramenta transformadora, pois trabalhará norteado pelos objetivos estratégicos da Fundação e com potencial para dar suporte à gestão e agregar valor e eficiência aos processos”, disse.

n

Logo após, a gerente do projeto, Renata Tocacelli, falou sobre a importância da criação do Escritório e da gestão por processos para as instituições. Na sequência, foi a vez da coordenadora de Processos na Secretaria de Segurança Pública da Bahia, Tatiana Eleutério, palestrar sob o tema “Gestão por Processos Orientada pelo Conceito de Valor na Segurança Pública”. A major da PM foi seguida por José Santana, secretário executivo da FESF-SUS, que participou de todo o processo de planejamento e criação do ePRO e falou aos participantes sobre a Cadeia de Valor da Fundação Estatal. Logo após, veio a palestra da gerente de Qualidade e Processos da Federação das Indústrias da Bahia (FIEB), Patrícia Campos, que falou sobre “A Jornada da Transformação dos Processos”, tema que se constitui como um dos grandes desafios para a Instituição em 2020.

n

A chuvosa tarde de lançamento na capital baiana foi encerrada com a nomeação dos Guardiões de Processos FESF e um descontraído quizz digital sobre a gestão de processos, com a participação de todos os presentes por meio de um aplicativo para smartphones.

n

Segundo Marcel Matos, Diretor de Gestão Interna da Fundação Estatal e um dos principais responsáveis pelo planejamento e formatação do e-PRO: “a implantação da gestão por processos era um antigo desafio nosso, que surgiu quando diagnosticamos a necessidade de uma nova estruturação nos fluxos. Tivemos as primeiras iniciativas nesse sentido ainda nos anos de 2014 e 2015, mas foi durante uma segunda onda, iniciada com o Planejamento 2018-2021, que a gestão por processos consolidou-se como estratégica. A criação do ePRO ilustra bem esse novo momento, de mais maturidade institucional, que a FESF vive hoje”.

n

 

n

Fonte: FESF-SUS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>